BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

BORA | Mostra Informal
mover a dura certeza

Mostra Informal mover a dura certeza
Com Carolina Canteli

26 e 27 de Novembro, às 15h e às 16h

Participação gratuita | Inscrições abertas

A participação é gratuita, com inscrição prévia para o email.

mover a dura certeza é uma caminhada performática de 45 minutos, que ao fazer-se em área externa, aposta na intimidade de um grupo de 8 pessoas, para que essas acompanhem-se e acompanhem a autora e performer do trabalho, num trajeto urbano que gere um leve desvio da percepção cotidiana. Para tal, essa caminhada conta com três intermediadores: performer, espelhos e áudio-texto. A partir disso, a performance se faz na investigação entre um roteiro coreográfico pré-elaborado para o trajeto e a composição em tempo real deste com o momento presente da rua durante o trabalho. Os gestos da performer ao longo do caminho, a dramaturgia da observação incitada pelo áudio-texto (presente no telemóvel e fones de cada participante), unem-se ao inusitado entre a obra e público, do que pode ser percebido pelo vários reflexos e recortes dos espelhos nas mãos deste e da artista.
É um convite ao olhar contemplativo para a cidade e para o próprio ato performático. Perceber detalhes, suavizar o concreto.

 

Por isso, o convite é para que em dois dias de atuação em mover a dura certeza, aqueles que se sentirem instigados pelo trabalho, envie o email para a produção do evento, para agendar a data e horário de interesse para participar da performance. É também sugerido que cada pessoa leve o seu telemóvel e o seu fone de ouvido.

Atenção: o número máximo de participantes em cada performance-caminhada é de 8 pessoas.

 

Direção e performance Carolina Canteli (BR)
Colaborador artístico Ocupação PACAP 5 Pedro Ivo Carvalho (BR)

Bora | Eventos públicos

BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

BORA | Mostra Informal
Quando eu morrer me enterrem na floresta

Mostra Informal Quando eu morrer me enterrem na floresta
Com Francisca Pinto e Francisco Thiago Cavalcanti

25 de Novembro, às 19h

Entrada Livre

Francisco thiago Cavalcanti, artista brasileiro, atravessou o Atlântico para fazer parte da quinta edição do PACAP. Nessa ocasião criou a peça Também se matam cavalos, em colaboração com os artistas Piero Ramella (It), Barbara Cordeiro (Pt) e Francisca Pinto (Pt). Na sequência, foi um dos selecionados para estar em residência na Casa da Dança na criação de uma nova peça: “Quando eu morrer me enterrem na floresta”, repetindo a parceria com Francisca e Barbara e inaugurando uma nova com os músicos brasileiros Domenico Lancelotti e Ricardo Dias Gomes e a diretora de audiovisual Clara Kutner. O trabalho está em desenvolvimento e vai estrear em 2023 na Mostra Transborda. Antes disso, vamos fazer partilhas públicas para nos alimentar de outros olhares. No conto “Meu tio o Iauaretê”, Guimarães Rosa nos convida a navegar em uma narrativa onde um homem em isolamento ao receber a visita de um forasteiro e sentir-se ameaçado transmuta-se em onça devorando o visitante. É sobre uma natureza primitiva, furiosa, selvagem, implacável, vingativa, encantada. Neste estudo performativo, inspirados em Rosa, Francisco e Francisca investigam gestos inacabados, modulações tônicas e ativações da presença dentro de uma ficção onde habitamos uma floresta de seres mágicos que são onça, que são gente, que são onça, que são gente. Nesse espaço de imaginação, onde público e performers estão muito perto, morreremos ao som de cigarras.

 

Criação Francisca Pinto e Francisco Thiago Cavalcanti
Colaboração Clara Kutner e Barbara Cordeiro
Músicos Domenico Lancelotti e Ricardo Dias Gomes
Apoio Forum Dança e Casa da Dança

Bora | Eventos públicos

BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

BORA | Mostra Informal
dedilhando os dentes do cão

Mostra Informal dedilhando os dentes do cão
Com Leonardo Shamah

18 de Novembro, às 19h

Entrada Livre

dedilhando os dentes do cão é uma pesquisa em Artes Performativas, com caráter em Arte Participativa, iniciada no PACAP 5 (Fórum Dança) criada na companhia de abrandamentos de impulso, de adiamentos dos fins e de não-saber junto.
A dramaturgia dessa experiência se orienta com a escolha de cartões-convite, feita ao vivo com o público. Estes cartões acenam ao Acaso enquanto compõem a sequência de cenas/acontecimentos e sugerem modos de estar presentes ao performer e ao público.
Nesta abertura de processo a partilha acontece como uma conversa performativa.

 

Duração até 80 min
Performance Leonardo Shamah
Colaboração em Criação Carolina Cantelli, Ves Liberta e Katarina Lanier.

Bora | Eventos públicos

BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

BORA | Laboratório
Corpes Secretes

Laboratório Corpes Secretes
Orientado por Leonardo Shamah

16 e 17 de Novembro, das 18h às 20h

Participação gratuita | Inscrições abertas

A participação é gratuita, com inscrição prévia para o email.

Corpes Secretes é uma situação laboratorial em criação performativa em diálogo com esoterismo/ocultismo que se aplica no estudo do corpo em movimento e deslocamento junto com as imagens do tarot.

 

Nessa perspectiva nos dispomos a desenvolver ações performativas que nos restitua à magia das materialidades no corpo humano e na natureza com práticas sensórias e relacionais.

 

Para todos os públicos.

Bora | Eventos públicos

BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

BORA | Laboratório
Dramaturgias Incompletas

Laboratório Dramaturgias Incompletas
Orientado por Andrei Bessa

15, 16 e 17 de Novembro, das 14h às 17h

Participação gratuita | Inscrições abertas

A participação é gratuita, com inscrição prévia para o email.

O laboratório parte de duas premissas: cada processo criativo inventa suas próprias metodologias e há uma urgência em novas possibilidades de estruturação dramatúrgica. Em busca de uma inesgotável abertura às possibilidades ainda não dadas, o laboratório investiga o conceito de atlas para operar uma outra escrita cênica e inspira-se em Aby Warburg e Didi-Huberman.

 

Com o intuito de permanecer incompletos, uma composição onde os fragmentos são vistos como ruínas ou vazios, numa como peças de encaixe certeiro. Entre uma operação metodologia e a constituição da dramaturgia, o atlas ganha força ao acolher os embates e lampejos produzidos pelos encontros. Uma dramaturgia sempre não definida e sempre inacabada.

 

“O atlas faz explodir, logo à partida, os limites. Quebra as certezas auto proclamadas da ciência convicta das suas verdades, como da arte convicta dos seus critérios. Inventa, entre tudo isso, zonas intersticiais de exploração, intervalos heurísticos” Didi-Huberman.

Bora | Eventos públicos

BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

BORA | Laboratório
Amoladora

Laboratório Amoladora
Orientado por Ves Liberta

10 de Novembro, das 14h às 17h
11 de Novembro, das 14h às 19h

Participação gratuita | Inscrições abertas

A participação é gratuita, com inscrição prévia para o email.

Proponho uma oficina em performance que parte da investigação “enquanto me lago”.

Esta investigação começou no terceiro bloco de trabalho da formação e residência PACAP 5 no Forum Dança em Lisboa.

A partir dos desenhos da artista Guo Fengyi e do videoclipe “Prada/Rakata” da artista Arca, investiguei como fazer uma ode, um elogio, ou como ser um recipiente e carregar (carrying) estes trabalhos, mas também a ideia de hiper feminilidade, feitiço e lâminas/facas (como amuletos, armas de autodefesa e magia). Convido-vos a mergulharmos juntes em práticas de improvisação e escrita livre.

“I do not weep at the world – I am too busy sharpening my oyster knife.” – Zora Neale Hurston

 

Fotografia © Lucas Damiani

Bora | Eventos públicos

BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

BORA | Laboratório
Experimental Erotica

Laboratório Experimental Erotica
Orientado por Katarina Lanier

9 de Novembro, das 10h às 17h

Participação gratuita | Inscrições abertas

A participação é gratuita, com inscrição prévia para o email.

com Katarina Lanier (colaboração de processo com Leonor Lopes e Leo Shamah)
Este laboratório de um dia inteiro é a continuação dos laboratórios experimentais eróticos que Katarina iniciou no contexto de sua residência “Danças do Desejo”. Durante esta sessão de novembro, continuaremos a explorar as práticas corporais individuais e coletivas com o objetivo de abrir os participantes às sensações e suas potenciais expressões. Usaremos diferentes mídias, como escrita, vídeo e partituras de performance, para traduzir fenômenos interiores em materialidade externa.
O objetivo é explorar, entre outros temas, o corpo físico e virtual através da produção do erotismo, da experiência individual e coletiva, e da fronteira potencial entre desejo e nojo.

Este laboratório é bem-vindo a todos.
Por favor, venha com roupas largas para se movimentar e alguns objetos/elementos que você considera potencialmente eróticos (exemplos possíveis: músicas que fazem você querer dançar, roupas que fazem você querer se tocar, objetos que fazem você querer tocar os outros , etc).

Bora | Eventos públicos

BORA, Programa de Ocupação do PACAP 5 | Forum Dança

Bora

Forum Dança / PACAP 5 

1 a 27 de Novembro | Espaço da Penha

ENTRADA LIVRE | Algumas actividades requerem inscrição prévia para aqui

Iniciativa de artistas do PACAP 5, BORA é uma ocupação que amplia algumas das investigações desenvolvidas durante o Programa do Fórum Dança. Durante o mês de novembro, es artistas tecem encontros internos e promovem aberturas de pesquisas. A pluralidade poderá ser apreciada pelo público externo em diversos formatos, com laboratórios, apresentações e uma publicação em que reúne reflexões do percurso vivenciado entre setembro de 2021 e julho de 2022.

 

Bora é um desejo de não ir sozinhe, é um pedido de companhia, é um convite para fazer algo juntes, seguir adiante. “[Eu poderia ir só, mas quero ir com você] bora?” Bora pertence ao universo do pessoal, do íntimo, do informal, é um código para amigues, parceires, cúmplices. Bora é um convite a uma festa, é um convite para voltar para casa, é uma proposta para mudar de lugar, é um incentivo para iniciar algo. Bora é palavra performativa que convoca sempre o movimento, o deslocamento, insinua sempre a transformação. Tudo a depender da resposta.

 

“Bora?”
“BORA!”
Assim, nasceu esta ocupação.

 

As inscrições para os laboratórios e a abertura “mover a dura certeza” serão realizadas através do email, com seus dados e qual atividade deseja participar.

PROGRAMA

1 a 3 | Residência de criação (evento interno): Publicação
4 a 6 | 10 a 12 | Residência de criação (evento interno): Leonardo Shamah
9 | Laboratório (evento público): “Experimental Erótica”, com Katarina Lanier
10 e 11 | Laboratório (evento público): “Amoladora”, com Ves Liberta
15 a 17 | Laboratório (evento público): “Dramaturgias Incompletas”, com Andrei Bessa
16 e 17 | Laboratório (evento público): “Corpes Secretes”, com Leonardo Shamah
18 | Mostra Informal: “Dedilhando os dentes do cão”, com Leonardo Shamah
19, 23 e 24 | Residência de criação (evento interno): Cinza- Nicole Gomes e Bárbara Cordeiro.
21, 23 e 24 | Residência de criação (evento interno): Oceanos minúsculos/A outra margem é o corpo – Roberto Dagô e Barbara Cordeiro
25 | Lançamento da publicação (evento público)
25 | Mostra Informal (evento público): “Quando eu morrer me enterrem na floresta”, com Francisca Pinto e Francisco Thiago Cavalcanti
26 e 27 | Mostra Informal (evento público): “mover a dura certeza”, com Carolina Canteli

Ficha Técnica

Uma iniciativa de Andrei Bessa, Bárbara Cordeiro, Carolina Canteli, Francisca Pinto, Francisco Thiago Cavalcanti, Katarina Lanier, Leonardo Shamah, Nicole Gomes, Roberto Dagô e Ves Liberta

Fotografia e vídeo Aline Belfort
Apoio Forum Dança

Bora | Eventos públicos

KATARINA LANIER | DANCES OF DESIRE | Mostra Informal | Forum Dança

Katarina Lanier

DANCES OF DESIRE

Mostra Informal

Espaço da Penha | 28 Outubro | 19h30

Partilha de processo de residência

Mostra informal da residência artística de Katarina Lanier, que prossegue o seu trabalho de pesquisa no seu projecto “CALL ME THREE TIMES” – um dos trabalhos apresentados no Bloco III da última edição do PACAP 5.

ENTRADA GRATUITA

(Estamo-nos a filmar um ao outro à beira-mar)

(Lágrimas em rios em lama em rocha em terra)

(Quando uso esta seda, sou um símbolo sexual)

(Quando te moves assim, não posso deixar de-)

(Sai daqui, vai foder)

(perdido na música

 

Durante sua residência no Forum Dança, Katarina dará continuidade à pesquisa de materiais que iniciou com a peça Call Me Three Times, desenvolvida no contexto do PACAP5. *

É uma peça que inicialmente utilizou formatos de videoclipes para explorar o desejo, a fantasia auto fabricada e os limites necessários à produção erótica.

Durante esta residência, desmontou a peça, manipulou-a, arranhou as suas bordas e distorceu o seu material.

Com o uso de ferramentas simples de vídeo, acessórios e performatividade, quis tocar os contornos da fantasia.

As suas perguntas foram: Quais ferramentas eu preciso para criar uma imagem? A atração pode ser usada como metodologia? Como podemos explorar o interior e o exterior de uma imagem? De que maneiras podemos traduzir a sensação do corpo para a câmara? De que maneiras podemos explorar esses materiais individual e coletivamente? Quais são as aberturas e consequências de uma produção erótica colaborativa?

 

Créditos da Imagem © Katarina Lanier

 

Katarina Lanier (EUA). Bósnia-americana / dançarina-padeira-video-maker. Tem uma graduação em Dança pela Université Paris 8 e um mestrado em artes visuais pela Haute École des Arts du Rhin em 2020. Tem formação em filosofia, dança e ciências sociais. Os seus interesses estão nos processos colaborativos, nas possíveis relações entre a produção de imagem e as prática do corpo e usos experimentais dos códigos sociais.

 

Local
ESPAÇO DA PENHA / FORUM DANÇA
ENTRADA GRATUITA

 

*Programa Avançado de Criação em Artes Performativas, com curadoria de João Fiadeiro em colaboração com Márcia Lança, Carolina Campos e Daniel Pizamiglio e promovido pelo Forum Dança.

Laboratório
Experimental Erotica

Laboratório Experimental Erotica
14 e 21 de Outubro, das 18h00 às 20h00

Workshop gratuito | Inscrições abertas

A participação é gratuita, com inscrição prévia para o nosso email.

Este laboratório será orientado por Katarina Lanier e faz parte do processo de investigação que está a desenvolver no âmbito da sua residência artística “Dances of Desire”, a decorrer no Forum Dança.

 

“O objetivo desses laboratórios é abrir o material que venho investigando no contexto da criação da minha peça Call Me Three Times, desenvolvida dentro do PACAP 5. *
Nas próximas semanas de residência, pretendo retirar materiais da peça construída, explodi-los, tocar as suas bordas e deslocar os elementos eróticos que eu estava focada em compartilhar como imagens completas.” – Katarina Lanier

 

Sobre o workshop

Os laboratórios serão divididos em duas partes: um corpo (que pode ser considerado um aquecimento) que levará a uma exploração de vídeo com o uso de dispositivos que temos disponíveis (telemóveis, câmaras, computadores, etc.)
Durante as duas sessões, estaremos envolvidos em práticas corporais individuais e colectivas com o objectivo de abrir os participantes às sensações e suas potenciais expressões. Usaremos essas práticas corporais e as conversas em torno delas para experimentar sua tradução em vídeos curtos focados na produção do desejo, da poética e da atração.
Este laboratório é bem-vindo a todos.
Por favor, venha com roupas largas para se movimentar e alguns objectos/elementos que considera potencialmente eróticos (exemplos possíveis: músicas que fazem querer dançar, roupas que fazem querer tocar-se, objectos que fazem querer tocar os outros, etc.).

 

Biografia
Katarina Lanier (EUA). Bósnia-americana / dançarina-padeira-video-maker. Tem uma graduação em Dança pela Université Paris 8 e um mestrado em artes visuais pela Haute École des Arts du Rhin em 2020. Tem formação em filosofia, dança e ciências sociais. Os seus interesses estão nos processos colaborativos, nas possíveis relações entre a produção de imagem e as prática do corpo e usos experimentais dos códigos sociais.

 

*Programa Avançado de Criação em Artes Performativas, com curadoria de João Fiadeiro em colaboração com Márcia Lança, Carolina Campos e Daniel Pizamiglio e promovido pelo Forum Dança.

Aulas de Stretch and Placing- Klein Technique™ - Forum Dança

Stretch and Placement
– Klein Technique™

Com Gisela Dória

Membro do Programa de Formação Klein Technique™

Quinta-feira | 18h00-19h20

de 6 de Outubro a 24 de Novembro 2022

 

“Klein Technique™ é um processo de descoberta contínuo. Requer uma articulação constante de informações teóricas e prática experiencial. Como a natureza, é ordenada e infinita em sua descoberta. O objetivo da Klein Technique™ é a educação em um nível profundo de compreensão do uso total do corpo para maximizar o potencial de movimento único de cada indivíduo. É uma técnica que honra o indivíduo. Tem como objetivo ensinar o movimento a partir da perspectiva individual de conhecimento e compreensão internos. Os alunos de todos os níveis de prática da Klein Technique™ irão obter uma visão sobre seus padrões de movimento e hábitos e obter uma maior compreensão interna de seus corpos.

 

É uma prática orientada para o processo, de grande valor para pessoas de todos os níveis de proficiência, dançarinos e não dançarinos.

 

Nesta oficina trabalharemos a partir de exercícios simples e alongamentos lentos que buscam o alinhamento da nossa arquitetura óssea para podermos encontrar conexão com a nossa musculatura de suporte postural mais profunda. Por estarem intimamente conectados aos ossos, esses músculos também estão intimamente relacionados ao movimento. Klein Technique™ é uma investigação profunda e contínua com o intuito de trazer aprendizagem, bom posicionamento, alongamento, fortalecimento e cura para o corpo de modo conectado e integrado.”

Gisela Dória

Bio

Gisela Dória (BR) é coreógrafa, pesquisadora, professora e bailarina. Formada em Londres pelo College da Royal Academy of Dance, tem especialização em Pilates pelo CGPA/ SP e pela Kane School em Nova Iorque. Possui formação em GYROKINESIS®, é membro do programa de Certificação da Klein Technique®.  Tem pós-doutorado pelo Centro de Estudos de Teatro, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Doutora em Artes da Cena pelo Instituto de Artes da Unicamp.

 

Gisela Doria © Gustavo Vicente
Gisela Doria © Gustavo Vicente

Pré-inscrição

A inscrição é efectuada através de formulário disponível no nosso site e será validada após recepção do comprovativo de pagamento, que deverá enviar para o nosso email.

Destinatários: Para pessoas de todos os níveis de proficiência, amadores e profissionais.

Número máximo de participantes: 20 pessoas

 

Processo de inscrição

  1. Faça a sua pré-inscrição on-line no formulário indicado para o efeito;
  2. Aguarde o nosso email com as instruções de pagamento;
  3. Proceda ao pagamento da sua inscrição, conforme indicado no email enviado;
  4. Envie-nos o respectivo comprovativo de pagamento para o nosso email;
  5. A sua inscrição só é validada após a recepção do seu comprovativo.

Taxa de Participação

8 aulas: 70,00 € (de 6 de Outubro a 24 de Novembro)
4 aulas: 40,00 €

Aulas avulso: 12,00 €/cada

Desconto: 10% alunos e ex-alunos de cursos do Forum Dança.

Formulário de pré-inscrição

ROBERTO DAGÔ | OCEANOS MINÚSCULOS | Mostra Informal | Forum Dança

Roberto Dagô

OCEANOS MINÚSCULOS

Mostra Informal

Espaço da Penha | 23 Setembro | 18h30

Partilha de processo de residência

Mostra informal da residência artística de Roberto Dagô, que prossegue o seu trabalho de pesquisa no seu projecto “TEMPESTADE EM CORPO D’ÁGUA” – um dos trabalhos apresentados no Bloco III da última edição do PACAP 5.

ENTRADA GRATUITA

Contemplar o mar é fazê-lo caber no olho. Onde mais ele cabe? O mar-todo é sempre uma fração, uma ficção presente desde a gota salgada. Olhá-lo é ensaiar o mergulho na gota minúscula, é mergulhar por dentro.
_________________________
Como viver sem chão em um mundo sem horizonte? Tendo o mar como imagem central, esta questão deu origem à obra Tempestade em Corpo d’Água, cuja primeira etapa de criação se deu no PACAP 5 (2021-2022), compartilhada no TBA em julho deste ano. Atualmente, em residência no Fórum Dança (Apoio à Criação 2022), Dagô insere a experimentação em uma investigação mais ampla chamada Oceanos Minúsculos.

 

O projeto se apoia em três relações para refletir sobre um pequeno corpo que olha o mar imenso: superfície-profundeza, margem-margem e grandeza-pequeneza. No dia 23, Dagô compartilha dois novos materiais em fase experimental, e convida o público a ser olhar ativo que potencializará os futuros da investigação.

 

Apoio Fórum Dança, Conexão Cultura DF, OUTSIDE, LOOKING IN
Colaboração João Fiadeiro, Andrei Bessa, Marcia Lança, Carolina Campos, Daniel Pizamiglio, Bárbara Cordeiro, Aline Belfort e Miguel Pereira
Produção BRUTA Corp.
Créditos da Imagem © Roberto Dagô

 

Roberto Dagô (Brasil, 1990) é performer e coreógrafo. Os seus trabalhos articulam corpo, imagem e política em projectos solo e colectivos e em territórios de contaminação de práticas, linguagens e materialidades. Formou-se em Artes visuais na UnB (Brasil) e estudou Cenografia na UTL (Portugal). Contemplado com a bolsa IdEX – Initiatives d’Exellence (Programme “Investissements d’avenir”), concluiu o mestrado Création Artistique – Arts de la scène na UGA (França), na modalidade practice-based-research.

 

Local
ESPAÇO DA PENHA / FORUM DANÇA
ENTRADA GRATUITA

Palestra "A Minha História da Dança", por Susan Klein

A Minha História da Dança,
por Susan Klein

29 Setembro, às 18h30
ESTÚDIOS VICTOR CÓRDON • LISBOA
Duração aproximada: 2 horas

Entrada livre, mediante inscrição no seguinte formulário.

 

Biografia

Susan Klein tem vindo a desenvolver e a ensinar a Klein Technique™ desde 1972 ensinando em aulas diárias em Nova Iorque no seu estúdio, The Susan Klein School of Movement and Dance, e durante os últimos dois anos da pandemia de Covid-19 pelo Zoom. Tem viajado por todo o mundo desde 1989 ensinando em oficinas intensivas da Klein Technique™.

Esta técnica é o resultado de uma grave lesão no joelho e desenvolveu-se a partir da busca pessoal de Susan pela cura. Serve como uma forma de as pessoas trabalharem através das suas lesões individuais, compreenderem e melhorarem o funcionamento dos seus corpos, curarem-se e tornarem-se melhores dançarinas. As suas principais influências no desenvolvimento do seu trabalho são Irmgard Bartenieff, Dr. Fritz Smith, e o Professor J. R. Worsley.

Susan tem uma clínica privada como Terapeuta do Movimento, Zero Balancer certificada, Professora Sénior de Zero Balancing, e Acupuncturista Tradicional de 5 Element Worsley, L.Ac., B.Ac.(UK), M.Ac.,(USA), Dipl. Ac.(NCCAOM).

Para mais informações: www.kleintechnique.com

 

Fotografia © DR

Sobre o ciclo de palestras “A minha História da Dança”

 

“Todos nós, bailarinos, coreógrafos ou performers, recebemos de alguma maneira e por alguma via, mais académica ou mais autodidacta, uma ideia da História da Dança, ou da História das Artes Performativas, da qual nos sentimos “descendentes” (e talvez nos sintamos descendentes de várias Histórias ao mesmo tempo!). Houve certamente criadores coreográficos ou cénicos que nos fizeram entender a arte que fazemos da forma como a entendemos hoje. Cada um tem uma ideia específica de como essa História se desenrolou, e para cada um há determinados criadores e determinados movimentos e correntes artísticas que contribuíram para configurar a ideia de dança que tem e pratica e que, de alguma forma, está respondendo a essa História. Estas palestras dar‐nos‐ão a oportunidade de conhecer a História da Dança que cada um criou dentro de si”. – Vera Mantero

 

Participaram em “A Minha História da Dança”
Ana Borralho & João Galante, André Lepecki, António Pinto Ribeiro, Christine de Smedt, Clara Andermatt, Cláudia Dias, Eszter Salamon, Gil Mendo, Gustavo Ciríaco, Francisco Camacho, Jennifer Lacey, Jeroen Peeters, João Fiadeiro, Joclécio Azevedo, La Ribot, Lia Rodrigues, Lisa Nelson, Loïc Touzé, Madalena Victorino, Marcela Levi, Marcelo Evelin, Mark Tompkins, Meg Stuart, Mette Edvardsen, Miguel Pereira, Nadia Lauro, Olga Roriz, Panaibra Gabriel Canda, Rui Horta, Sofia Dias & Vitor Roriz, Sónia Baptista, Vânia Rovisco, Vera Mantero, Xavier Le Roy.

 

O ciclo de palestras “A Minha História da Dança” é um projecto desenvolvido pelo Forum Dança e O Rumo do Fumo, estruturas financiadas pela República Portuguesa – Cultura / Direcção-Geral das Artes. Projecto com apoio do contrato-programa com a Câmara Municipal de Lisboa / Direcção Municipal da Cultura / Divisão da Rede de Bibliotecas.

Francisco Thiago Cavalcanti
e Francisca Pinto

Quando eu morrer me enterrem na Floresta

Casa da Dança de Almada / Casa Municipal da Juventude de Cacilhas – Ponto de Encontro

2 Setembro | 19h00

Partilha de processo de residência

Partilha pública da residência artística. Um dos quatro trabalhos selecionados para o “Apoio a Criação 2022”, uma parceria entre o Forum Dança e a Casa da Dança de Almada.

ENTRADA GRATUITA

No conto “Meu tio o Iauaretê”, Guimarães Rosa nos convida a navegar em uma narrativa onde um homem em isolamento ao receber a visita de um forasteiro e sentir-se ameaçado transmuta-se em onça devorando o visitante. É sobre uma natureza primitiva, furiosa, selvagem, implacável, vingativa, encantada. Neste estudo performativo, Francisco e Francisca investigam gestos inacabados, modulações tônicas e ativações da presença dentro de uma ficção onde habitamos uma floresta de seres mágicos que são onça, que são gente, que são onça, que são gente. Nesse espaço de imaginação, onde público e performers estão muito perto, morreremos ao som de cigarras.

 

Pesquisa, criação e performance Francisca Pinto e Francisco Thiago Cavalcanti
Colaboração Bárbara Cordeiro, Clara Kutner, Lisa Nelson, Piero Ramella, Joana Levi
Foto © Lucas Damiani

 

Francisco Thiago Cavalcanti (BR), artista cearense da dança, da performance e do teatro, bacharel em Dança e mestre em Educação na linha de pesquisa Inclusão, Ética e Interculturalidade. Começou sua prática nas artes aos nove anos e hoje com 38 pode dizer que teve lindos encontros e trabalhos com artistas como Lia Rodrigues, com quem colaborou por 7 anos, e também: Luana Bezerra, Sílvia Moura, Márcio Abreu, Alex Cassal, Denise Stutz, Denise Fraga, Dani Lima, Clara Kutner, Marcela Levi, Lucía Russo, entre outros. Hoje em dia, nômade, desenvolve seu trabalho sozinho e com parcerias provisórias. Em 2022 cria a peça “Também se matam cavalos”, no Programa Avançado de Criação em Artes Performativas (Fórum Dança-PT), sob curadoria de João Fiadeiro.

Francisca Pinto (PT), nasceu em Lisboa. Bailarina/performer, intérprete e criadora. Formada em Lisboa, pela Escola de Dança do Conservatório Nacional e licenciada pela Escola Superior de Dança. Pós-graduada pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa em Comunicação e Artes. Em 2014 conclui o PEPCC – Programa de Estudo Pesquisa e Criação Coreográfica do Fórum Dança, orientado por Patrícia Portela e Lia Rodrigues. Desde 2010 colabora em diferentes projetos enquanto bailarina/performer com Lia Rodrigues, Clara Andermatt, Martine Pisani, Jonas&Lander, Catarina Miranda, Bruno Alexandre, Alice Joana Gonçalves, entre outros. Praticante de Yoga desde 2010, frequenta o Curso de Formação de Instrutores do CPYOGA, em Lisboa.

 

Local
Casa da Dança/Casa Municipal da Juventude de Cacilhas – Ponto de Encontro
ENTRADA GRATUITA

Forum Dança | Aulas Regulares de Estúdio para Adultos e Crianças | Ano lectivo 2022/23

Aulas Regulares
Inscrições 2022/23

Início em 19 de Setembro
Inscrições a partir de 15 de Agosto

Este próximo ano lectivo, as aulas regulares de estúdio, para adultos e crianças, do Forum Dança, terão início mais cedo e começam já no próximo dia 19 de Setembro.

Por essa razão, as inscrições para o ano lectivo de 2022/23, abrem já no próximo dia 15 de Agosto.

Como já vem sendo habitual, pode fazer a sua pré-inscrição online, para tal basta preencher o formulário disponibilizado no nosso site e fazer o respectivo pagamento.

A sua inscrição será validada assim que recebermos o comprovativo de pagamento, que deverá enviar para o nosso email forumdanca@forumdanca.pt.

Deverá ler toda a informação que disponibilizámos no nosso site, assim como deve consultar o nosso Regulamento Geral para ficar a par de todas as condições.

Processo de inscrição

  1. Faça a sua pré-inscrição on-line no formulário indicado para o efeito;
  2. Aguarde o nosso email com as instruções de pagamento;
  3. Proceda ao pagamento da sua inscrição, conforme indicado no email enviado;
  4. Envie-nos o respectivo comprovativo de pagamento para o nosso email;
  5. A sua inscrição só é validada após a recepção do seu comprovativo.

Crianças

As actividades extracurriculares podem (e devem) incluir outras formas do saber-fazer como, por exemplo, o desenvolvimento da expressão corporal, através da dança, para estimular a criatividade dos mais novos de uma forma alternativa.

No âmbito da formação regular dirigida a grupos de diversas idades e níveis de conhecimento, decorrem no Forum Dança, ao longo do ano lectivo 2022/23, várias actividades de dança criativa e dança contemporânea destinadas a crianças, orientados por um corpo docente em constante pesquisa artística combinada com estratégias pedagógicas efectivas. A aula experimental é gratuita.

Consulte o Regulamento Geral.

Adultos e Profissionais

As aulas regulares do Forum Dança no Espaço da Penha tocam as faces diversas da interpretação e movimento partindo de níveis abertos até aos mais avançados ou específicos.

Dança Contemporânea e Laboratório Coreográfico para adultos, são, em diferentes horários, orientados por um corpo docente em constante pesquisa artística combinada com estratégias pedagógicas efectivas.

Consulte o Regulamento Geral.

Informações úteis

Horários | Ano Lectivo 2022/23

17h45 – 18h30

Dança Criativa | 3/5 anos

Maria Radich

18h30 – 19h30

Dança Contemporânea | 6/9 anos

Maria Radich

19h30 – 21h30

Dança Contemporânea

Josefa Pereira
Alina Ruiz Folini
Bárbara Faustino
Natália Mendonça

19h30 – 21h30
Laboratório Coreográfico

Maria Ramos

19h30 – 21h30

Dança Contemporânea

Josefa Pereira
Alina Ruiz Folini
Bárbara Faustino
Natália Mendonça

Taxa de Inscrição | Ano Lectivo 2022/23

  • 25 € (Valor Normal)
  • 15 € (Antigo Aluno) (2)
  • 15 € (Morador na Penha de França) (1)
  • 15 € (Valor Normal)
  • 10 € (Antigo Aluno) (2)
  • 10 € (Morador na Penha de França) (1)
  • 10 € – valor igual para todos os utilizadores: antigos alunos e/ou moradores na Penha de França.

Mensalidades | Ano Lectivo 2022/23

1x/semana – 40 €

2x/semana – 50 €

3x/semana – 60 €

Aula Experimental – 7 € (4)

1x/semana – 30 €

Aula Experimental – Gratuita

1x/semana – 35 €

Aula Experimental – Gratuita

NOTAS

(1) – Mediante apresentação de comprovativo de morada.

(2) – Ex-alunos de cursos de longa duração do Forum Dança (PACAP, CDC ou CGPAE) e alunos das Aulas Regulares com frequência no ano lectivo imediatamente anterior.

(3) – Renovação: quando se interrompe a frequência regular nas aulas, por um ou mais meses, no mesmo ano lectivo, e depois pretende-se retomar a frequência regular das aulas.

(4) – Valor posteriormente descontado na Taxa de Inscrição.

Loading new posts...
No more posts